Espanha vai para o tudo ou nada em Paris

(foto:marca)

(foto:marca)

A cabeça dos espanhóis já estava em Paris, esqueceram que era necessário vencer a Finlândia antes. A seleção espanhola recebeu a Finlândia no estádio El Molinón, em Gijón. Por aqui os 3 pontos deste jogo era certos, tanto que nem se falava muito nesta partida e sim na da próxima terça-feira em Paris, contra a França.

(foto:marca)

(foto:marca)

A Espanha entrou em campo atacando muito, mas com poucos oportunidades reais de gol. O primeiro tempo foi até chato. No segundo, Ramos (que completou hoje 100 jogos com a Fúria) marcou e o time se tranquilizou. Até demais. O jogo está parada, com poucos lances de gol, até que nos 35 do segundo tempo a Finlândia empatou. A Espanha não conseguiu fazer outro gol e o jogo terminou Espanha 1×1 Finlândia.

Com o resultado, a Roja está em segundo lugar no grupo, liderado pela França. Como nas eliminatórias europeias apenas os primeiros colocados dos grupos se classificam diretamente para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, a Espanha precisa vencer em Paris para sonhar com este passe direto.

Esparemos na torcida! ¡A por ellos!

Anúncios

Capas dos jornalis esportivos espanhóis -12 de setembro de 2012

Os dois jornais de Madrid destacam a vitória da Seleção Espanhola e voltam com a polêmica sobre Cristiano Ronaldo, que se integra ao Real Madrid hoje.

Capa do Diario AS

Capa do Diario Marca

Já os periódicos da Catalunha, destacam a partida da Seleção (mais a Cesc Fábrega que outra coisa) e a marcha pela Independência da Catalunha que envolveu muita gente do Barcelona ontemm.

Capa do Sport, de Barcelona

Capa do Mundo Deportivo, também culé

Eliminatórias Copa 2014 – Espanha contra a arte de defender

A vitória da Espanha por 1-0 contra a Geórgia foi merecida. O gol saiu aos 86 minutos do segundo tempo, quando parecia impossível furar o bloqueio da Geórgia e conseguir os 3 pontos. Com a vitória, a Fúria cumpriu seu objetivo de vence esta primeira partida ruma ao Mundial do Brasil.

Imagem

Soldado marcou seu primeiro gol em um jogo oficial com a seleção

Mas o destaque da partida ficou por conta do outro lado do campo. Nem Iniesta, nem Xavi, nem Villa, o que mais chamou atenção nos 90 minutos foi o baita sistema defensivo montado pela Geórgia para tentar segurar a melhor seleção da atualidade do futebol. Depois da final da Champions League deste ano, quando o Chelsea mostrou como se conquista um título defendendo e defendedo, agora foi a vez da Geórgia demonstrar “tentar” segurar um dos grandes. Em resumo, uma linha de 6 jogadores na defesa e outro, logo na frente, de outros 3 jogadores. Um solitário atacante esperando o rebote e já está.

Imagem

Geórgia jogou com 9 jogadores na defesa quase os 90 minutos

Enfim, não foi a Espanha que a gente esperava, mas também não decepcionou. Marcou o gol e se garantiu na briga pelo primeiro lugar do grupo e, por consequência, a classificação direta para a Copa do Mundo do Brasil.

Próximos jogos da Fúria nas eliminatórias:

12/10 – Bielorrússia x Espanha

16/10 – Espanha x França

11 de setembro de 2012 – Começa a Copa do Mundo do Brasil para a Fúria

A partir das 14h30 (Brasil) ou 19h30 (Espanha) a seleção espanhola dará o primeiro passo rumo ao Mundial que pode colocar esta geração no topo da lista das grandes seleções. Se vencer a Copa de 2014, a Fúria será a maior seleção de todos os tempos, dona, então, de 2 Copas seguidas e de 2 Eurocopas seguidas.

A Copa no Brasil começa em 639 dias

A partida com a Geórgia será o jogo de número 100 em fase de classificação para mundiais que a seleção espanhola jogará. Geórgia é um adversário teoricamente fácil, assim como a Bielorrússia e a Finlândia. O adversário mais complicado deve ser a França. Quem terminar a chave em primeiro se classifica diretamente para a Copa, os 8 melhores segundos colocados disputarão uma repesca.

Durante anos o Roja sofreu com a “maldição” em Copas do Mundo que não deixava o time passar das quartas de final. Até 2010, o melhor desempenho em mundiais tinha sido o quarto lugar no quadrangular final do Mundial de 1950, no Brasil. Mas esta história mudou e hoje o grupo espanhol é admirado e favoritíssimo para levar a próxima Copa. Neste dois anos depois do Mundial da África do Sul, a base da seleção espanhola quase não mudou, o treinador continua e a motivação para seguir ganhando títulos também.

Campeões da Europa 2008 e 2012, campeões do Mundo em 2010

Número da Espanha em eliminatórias*:

19 anos invicta – O último jogo perdido em eliminatórias foi contra a Dinamarca, em 1993. Desde então são: 35 vitórias e 10 empates.

1º jogo – Em 11 de março de 1934 em Madrid, contra Portugal. Resultado: 9×0 a favor da España.

44 países – A Espanha entra na lista dos 44 países que disputaram 100 jogos ou mais em eliminatórias para Copas do Mundo. O recordista é o México com 144 jogos.

66 vitórias – Este é o número de vitórias da seleção espanhola em eliminatórias. A aproveitamento é de 67%, superado por Alemanha (75%), Itália (70%) e Inglaterra (68%).

*Informações do Diario As de hoje.

Por: Tatiana Mantovani

Fúria pensa no Brasil

Na coletiva da seleção espanhola que aconteceu na manhã de hoje, o media Xavi Hernández afirmou que “Jogar conta a Brasil é uma motivação extra”.

 

O jogador, que no mundial já terá 34 anos não pensa em abandonar a seleção. A Fúria começa amanhã seu caminha até o Mundial de 2014, que será sediado pelo Brasil. Por isso, as primeiras perguntas feitas pelos jornalistas foram relacionadas ao local da competição. As palavras de Xavi foram: “Me motiva estar na seleção. Convivemos bem com esta geração fantástica. Evidentemente é um grande Mundial e um grande local. Além disso, esta geração nunca enfrentou o Brasil e isto também é uma motivação”.

Até hoje, Brasil e Espanha se enfrentaram 5 vezes em Mundiais. Foram 3 vitórias do Brasil, 1 da Espanha e 1 empate.

Imagem

Dados da Fifa.

Certamente Xavi estará entre os convocados para o Mundial do Brasil e, assim como ele, todos esperamos por este confronto.

El Ñino Torres chega aos 100

O primeiro jogo da seleção espanhol em território nacional depois da conquista da Eurocopa de 2012 foi também a partida de número 100 de Fernando Torres. Terminou Espanha 5 X 0 Arábia Saudita.

El “Niño”, como é conhecido por aqui, é um dos atletas mais queridos pela torcida. O gol histórico, marcado na final da Eurocopa de 2008 contra a Alemanha, colocou a Fúria novamente entre os grandes do continente e abriu a porta para esta geração de campeões.

Imagem

Torres marcou o gol do título em 2008

Torres começou sua carreira no seu time do coração. Aos 11 anos foi chamado para integrar a equipe juvenil do time, em poucos anos ajudou a equipe a voltar para a primeira divisão do campeonato espanhol e aos 17 estreou na primeira divisão em um jogo contra o Barcelona, no Camp Nou. Aos 19 foi convocado para a seleção pela primeira vez. Cobiçado por muitos clubes desde jovens, Torres era o menino dos olhos dos torcedores rojiblancos que conseguiram manter a estrela até a temporada de 2007/2008.

Imagem

Foram mais de 10 anos vinculados ao Atlético de Madrid

No ano em que marcou o gol do título europeu para a seleção espanhola, El Niño foi vendido para o Liverpool por 36 milhões de euros. No clube inglês fez grandes temporadas até se lesionar no início de 2010. Mesmo com a recente lesão, foi ao Mundial de 2010 e entrou na lista dos 23 campeões do mundo.

Imagem

Em janeiro de 2011, Chelsea desenbolsa 58 milhões de euros e leva Torres para os blues. Uma das maiores transações da história do futebol. Com a nova camiseta, Fernando não faz uma temporada tão boa quanto às realizadas com os reds, mas ajuda o time a conquistar a Champions League de 2012. Neste mesmo ano, ainda conquista sua segunda Eurocopa e entra para a história do futebol espanhola mais uma vez.

Imagem

Um jogador com qualidade, estrela e muito $$$ no bolso. Fernando Torres está agora na privilegiada lista dos jogadores que contam com mais de 100 jogos com a camiseta Roja. ¡Olé, Niño!

ImagemTorres usa a camisa de número 9 desde a sua época no Atlético de Madrid. Em todos os times onde jogou e na seleção espanhola, é sempre o dona da mesma camisa.

ImagemJogadores com mais de 100 jogos pela seleção espenhola: Casillas (138), Zubi (126), Xavi (115), Xabi Alonso (103) e El Niño.

Fúria convocada

Del Bosque convocou nesta sexta os jogadores para os próximos dois jogos da Fúria. O primeiro contra a Arábia Saudita, em amistoso que acontecerá no dia 07 de setembro, em Pontevedra; e o segundo contra a Geórgia, pela classificatória para o Mundial de 2014, que será no dia 11 de setembro, em Tbilisi.

Os 23 convocados:

 

Ficaram de fora:  Mata, Javi Martínez, Llorente, Negredo e Puyol. Voltaram:  David Villa, Soldado e Beñat.

¡Hola, hola!

Faz tempo que queria montar um blog. O assunto já estava mais que escolhido, mas falta tempo para trabalhar o espaço e organizar as ideias. Desde que me mudei para Madrid e me aproximei mais do futebol espanhol, a vontade de registrar o que vejo, leio e vivo aqui no “país do futebol” atual ficou mais forte. Por isso, resolvi tocar este pequeno projeto.

Aqui no Efeito Fúria vou retratar um pouco do cotidiano futebolístico espanhol, coisas que acompanho, escuto e observo. Não é um blog só sobre futebol espanhol, a ideia é falar sobre outros assuntos, bons e ruins, e como esse esporte é afetado pela situação atual do país.  Tudo que é dito e mostrado aqui não é regra, é apenas o olhar enamorado de uma brasileira sobre a arte do futebol no país onde ela escolheu viver.