A por la Copa, Brasil!

Não sei se foram os protestos, as volta da família Scolari, a magia do Maracanã ou se de verdade jogamos tudo isso. Mas o fato é que o Brasil, tão temido e invejado parece que voltou.

Brasil Espanha Maracanã

(fifa.com)

Até uns minutos antes de começar o jogo,ninguém imaginava que o final pudesse ser este. Se pensava que o Brasil pudesse vencer a Espanha, mas assim não. A Seleção Espanhola, atual campeã de tudo caiu. E caiu da forma mais dolorosa, tomando uma goleada. Não vimos David x Golias, não eram os mais fracos contra os mais fortes. O que vimos foi apenas um jogo de futebol. Onde o atual reinado caiu frente ao eterno reino temido. O placar de Brasil 3×0 Espanha e a conquista da Copa das Confederações foi a primeira batalha vencida.

Brasil Espanha

(fifa.com)

A Seleção Brasileira não está pronta para a Copa do Mundo, que convenhamos é o que interessa. Mas nem a Fúria o está. Espero que esta vitória não acomode o Brasil. Temos muito que fazer, tanto dentro quanto fora de campo. Também espero que a queda não fortaleça os espanhóis. Não queremos um adversário ainda mais forte no ano que vem.

Estamos felizes, contentes e esperançosos, mas a luta continua! Vencemos a batalha, mas a guerra ainda esta por vir. Que não seja apenas um lapso de sanidade, que o Brasil se erga (em todos os sentidos e áreas) e que possamos nos orgulhar ainda mais de ser brasileiros! No futebol, a guerra é em 2014.

Anúncios

O jogo mais esperado dos últimos anos

Capa Jornal Marca

(marca.com)

A final que todos queríamos chegou. Por fim Brasil e Espanha vão se enfrentar. A competição não é exatamente aquela com o título mais sonhado pelos dois, além disso vem carregada de uma certa “maldição” – os campeões da Copa das Confederações não costumam vencer a Copa do Mundo no ano seguinte. É claro que se as seleções se enfrentassem na final da Copa do Mundo seria muito mais representativos, mas dá igual. Afinal, todo mundo quer ganhar.

A Espanha quer vencer o Brasil para demostrar que é sim a melhor seleção do mundo na atualidade. Derrotar a penta-campeã, no Maracanã e jogando bem colocaria esta Fúria em um lugar ainda mais alto no imaginário e na história do futebol mundial. O Brasil também quer vencer. Demostrar que esta seleção pode pode ganhar da atual campeã de tudo e dar esperança ao povo brasileiro, e aos fanáticos da canarinha, que no ano que vem se fará uma grande Copa do Mundo.

Capa Jornal AS

(as.com)

Para o jogo, o Brasil chega melhor. Jogará em casa e conta com um dia mais de descanso. A Espanha é mais time. O grupo está jogando junto faz tempo e conta com verdadeiros magos da bola. Aposto em um jogo bonito, mesmo pensando que pode ser justamente o contrário, porque, afinal, se trata de uma final. O Felipão vai escalar o melhor que tem e tentar aproveitar a rapidez dos seus meninos para não deixar a Espanha tocar muito. Acredito que ele utilizará algumas estratégias da Itália de Prandelli, que vimos na semifinal. Defesa fechada, marcação forte e rápido contra-ataque. Já a Espanha, bom, penso que o Del Bosque vai seguir sua linha de pensamento e tentar garantir a posse de bola. Os espanhóis vão explorar o meio de campo, onde contam com os melhores jogadores, e deixar para o ataque resolver. Se bem que, não podemos descartar o falso 9, eles gostam muito disso e o Brasil pode sofrer com tanta gente atacando. É impossível saber o que vai passar, mas aposto por um bom jogo.

Os times titulares ainda não foram divulgados, mas o Brasil deve ir com: Julio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Neymar e Fred. Já a escalação da seleção espanhola deve contar com: Casillas; Arbeloa, Piqué, Sergio Ramos e Jordi Alba; Busquets, Xavi, Iniesta, Fàbregas/Silva e Pedro; Fernando Torres. O jogo começa às 19h, no Brasil, e meia-noite, aqui na Espanha.

Contando as horas 🙂

Brasil x Espanha – tradição x situação

A maior campeã da história do futebol contra a atual campeã de tudo, tradição x situação. O jogo mais esperado dos últimos anos finalmente sairá do imaginário dos fanáticos por futebol e se tornará uma realidade. Ok, não é uma final de Copa do Mundo e o título é visto com uma certa “maldição” no ano antes da Copa. Enfim, a competição dá igual, o importante será o jogo. Afinal, faz mais de 27 anos que Brasil e Espanha não se enfrentam em um jogo oficial.

Brasil x Espanha

Na história, Brasil e Espanha não se enfrentaram muitas vezes. Desde que a Espanha começou a ganhar tudo, as duas seleções ainda não se encararam. Até hoje foram somente oito confrontos. O Brasil venceu quatro, dois foram empate e a Espanha ganhou duas vezes. A última vez que Brasil e Espanha se encontraram foi em 1999, em um jogo amistoso aqui na Espanha, em Vigo. O Maracanã, palco da final de domingo, recebeu apenas um jogo em 1950, na Copa do Mundo, no qual os brasileiros levaram a melhor e fizeram 5 a 0. Esta final da Copa das Confederações será o primeiro jogo oficial entre as seleções fora de uma Copa do Mundo.

Confira todos os confrontos entre Brasil e Espanha:

  • Copa do Mundo de 1934

27/5/1934, Gênova, Itália
Espanha 3×1 Brasil

  • Copa do Mundo de 1950

13/7/1950, Rio de Janeiro
Brasil 5×0 Espanha

  • Copa do Mundo de 1962

6/6/1962, Viña del Mar, Chile
Brasil 2×1 Espanha

  • Copa do Mundo de 1978

7/6/1978, Mar del Plata, Argentina
Brasil 0x0 Espanha

  • Amistoso

8/7/1981, Salvador
Brasil 1×0 Espanha

  • Copa do Mundo de 1986

1/6/1986, Guadalajara, México
Brasil 1×0 Espanha

  • Amistoso

12/9/1990, Gijón, Espanha
Espanha 3×0 Brasil

  • Amistoso

13/11/1999, Vigo, Espanha
Espanha 0x0 Brasil

Depois da Fúria, dia de show de Neymar

Neymar capa Marca

(marca.com)

E a imprensa espanhola enlouquece! Depois do baita jogo de Neymar, na partida entre Brasil e México, o assunto por aqui é só um, ele.

Neymar jornal Mundo Deportivo

(mundodeportivo.com)

Neymar está na capa de todos os jornais esportivos da Espanha e estará nas versões impressas de amanhã. As rádios não para de comentar e a televisão repete e repete o gol e a jogada de Neymar que deu origem ao segundo gol.

Neymar capa jornal Sport

(sport.com)

 

O Brasil venceu o México por 2×0 e está classificada para as semifinais da Copa das Confederações. Mas o grande vencedor do dia é Neymar. Que passa a ocupar todos os espaços de destaque e com ele traz a seleção brasileira, que não encantou mas está sendo bem conduzido pelo guri do Barça.

Neymar capa jornal AS

(as.com)

Show do Tiki-Taka no Brasil

Você assiste jogo e mais jogos da Fúria. Em muitos vê a seleção espanhola dominando o jogo e, em alguns, apenas assiste a uma vitória. Você está acostumada com o Roja, conhece a fundo o Tiki-Taka, mas ela ainda consegue te surpreender. Que jogo, senhores!

Capa Marca

(marca.com)

Desde a final da Eurocopa de 2012, contra a Itália, que a Fúria não fazia um jogo tão bom. Domínio de bola, toque certeiros e precisos, segurança na defesa, genialidade no meio e potência no ataca. A Seleção Espanhola quando joga tudo que sabe, dá show. Na partida de ontem contra o Uruguai, Campeão Sul-americano, pela Copa das Confederações, os raçudos da celeste não entraram em campo. Conseguiram marcar no finalizinho, mas não jogaram. Os 2×1 (Pedrito e Soldado) do placar não refletem o banho de bola da Fúria.

Capa As

(as.com)

No Brasil, quem não tinha parado para ver a Fúria e sabia, mas não conhecia, esta seleção está maravilhado. Quem já conhecia, continua se enamorando cada vez mais. Você pode até não concordar com o tipo de jogo espanhol, mas não tem como não admirar esta seleção. ¡Olé!

Começa a Copa das Confederações, o teste para o Brasil

Esta tarde/noite o Brasil dará o pontapé inicial na competição que precede a Copa do Mundo de 2014. Nesta Copa das Confederações as partidas se jogarão em dois campos diferentes.

Seleção brasileira

A Seleção Brasileira estréia no Mané Garrincha, em Brasília, contra o Japão e, logo de cara, precisa de um vitória, para começar bem e se adiantar no grupo. Além de Brasil e Japão, o grupo ainda é composto por Itália e México.

Seleção espanhola

Do outro lado a Fúria, que estreia amanhã contra o Uruguai, adversário em teria mais forte do grupo. Nesta chave B ainda estão Tahití e Nigeria. O futebol será jogado, haverá um vencedor. O problema está fora de campo.

Copa Confederações

O Brasil se preparou 3 anos para receber a Confederações. Construiu estádios, ampliou a infraestrutura e melhorou as condições do entorno onde os seleções de futebol irão se mover. Será? Os estádio não estão completamente prontos, o transporte público continua falho e as cidades que estão recebendo as seleções não estão preparadas. Eu não estou no Brasil, mas como a Espanha está, a imprensa espanhola também. Por aqui o que se relata são situações complicada para pegar um taxi por exemplo (Jornal As), ou constatações de nem tudo no Brasil é a maravilha que se comentava antes e que o país não está preparado para receber o evento (Jornal Marca). Durante estes dias estarei bem atenta ao que os espanhóis contarão sobre o Brasil.

Não sei quem vencerá a Confederações. Por aqui, vencer o torneio não é prioridade, os espanhóis querem ganhar a Copa do Mundo de 2014, a Confederações seria um aperitivo. Mas sorte a canarinha e, por supuesto, a Fúria.

A seleção brasileira que pode encarar a Espanha na Copa das Confederações

Seleção Brasileira Confederações

Com os papeis invertidos nos últimos anos, o bicho-papão do futebol mundial agora é outro. A Seleção Brasileira já não assusta como antes, mas ainda é o grande rival a ser batido. A Fúria saber disso e sabe que precisa vencer o Brasil para ser ainda mais reconhecida como a melhor seleção do mundo.
A oportunidade mais próxima das duas seleções se enfrentaram é agora é junho. A Copa das Confederações pode ser a primeira vez que a “nova” seleção brasileira encare a seleção Espanha. Nesta tarde, Felipe apresentou os 23 nomes que vestirão a amarelinha na competição:

  • Goleiros:

Diego Cavalieri (Fluminense)
Jefferson (Botoafogo)
Julio Cesar (QPR)

  • Laterais:

Daniel Alves (Barcelona)
Jean (Fluminense)
Marcelo (Real Madrid)
Fillipe Luís (Grêmio)

  • Zagueiros:

Dante (Bayern de Munique)
David Luiz (Chelsea)
Thiago Silva (PSG)
Rever (Atlético-MG)

  • Volantes:

Hernanes (Lazio)
Paulinho (Corinthians)
Fernando (Grêmio)
Luiz Gustavo (Bayern de Munique)

  • Meias:

Oscar (Chelsea)
Jadson (São Paulo)
Lucas (PSG)
Bernard (Atlético-MG)

  • Atacantes:

Neymar (Santos)
Fred (Fluminense)
Hulk (Zenit)
Leandro Damião (Inter)

A Copa das Confederações começa no dia 15 de junho, Brasil e Espanha estão em grupos diferentes:

  • Brasil, Japão, México e Itália
  • Espanha, Uruguai, Taiti e Nigéria