Espanha ganhou, Falcao marcou e aqui ninguém viu

as.com

Esta rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil foi, no mínimo, incomum para quem vive em território espanhol. Nenhuma televisão transmitiu o jogo, as redes sociais ficaram lotadas de links de site onde se podia ver o jogo, de maneira “não convencional”. As rádios, que foram barradas na entrada do estádio bielorrusso, transmitiram a partida do hotel da cidade.

A seleção espanhola, que ficou em segundo plano com toda a confusão, por sua vez não decepcionou. Venceu por 0-4 e se confirmou na liderança do grupo, juntamente com a França. Os 4 gols foram de jogadores do Barcelona, Jordi Alba e 3 tantos de Pedro. A Fúria volta da Bielorrússia com 3 pontos, um jogo que poucos viram e com as pernas aquecidas para o jogo com a França, na terça aqui em Madrid.

As televisões aqui também não transmitiram o jogo da seleção colombiana, que venceu o Paraguay por 2-0. Ou seja, tampouco vimos os dois gols do artilheiro do campeonato espanhol, Radamel Falcao.

É, a crise bate à porta…

Anúncios

Aqui na Espanha não veremos a seleção espanhola

Crise, impossibilidade de rentabilizar, preços abusivos e falta de organização, todos estes motivos, entre muitos outros, não permitirão que os espanhóis vejam a sua seleção hoje. Pelo menos não por vias normais. A transmissão de Bielorrússia x Espanha, pelas eliminatórias da Copa do Mundo do Brasil em 2014, vale mais de 1 milhão de euros e nenhuma televisão espanhola pagou por este direito.

Foto do as.com

Como cada Federação é responsável pela venda dos direitos dos jogos que acontecem em seu território, os espanhóis ficaram na mão dos alemães. A entidade do futebol bielorrusso, detentora dos direitos deste jogo, vendeu (ninguém sabe por quanto) a partir aos alemães da Sport Five. Estes impuseram a cifra de 1,5 milhões de euros para as televisões espanholas. Nenhuma se diz capaz de rentabilizar esta quantia. A mais forte até ofereceu 700 mil euros, mas os alemães não aceitaram e o jogo não será transmitido. Desde a noite de ontem já se sabia que não havia volta, mas como as rádios já estavam credenciadas para o jogo, sem problemas, acompanharíamos por este meio. Nada, a Sport Five pede agora 25 mil euros de cada rádio para a transmissão do jogo. As rádios consideraram este valor inviável e já cogitam transmitir o jogo dos quartos do hotel, em Minsk, pois a televisão local emitirá a partida.

A maioria dos que estamos aqui tentaremos buscar em internet uma forma de ver o jogo. O rádio estará ligado, pois as rádios darão um jeito de conseguir irradiar a partida. A situação econômica da Espanha é muito complicada em todas as áreas. Nos meios de comunicação é ainda pior, televisões, rádios e jornais estão em processo de demissões em massa e os anunciantes não têm mais a capacidade financeira para investir em publicidade em eventos tão caros. A Europa precisa se adaptar a nova realidade, caso contrário será o esporte que sairá prejudicado.

O jogo começa às 20h (Espanha) e 15h (Brasil). A SporTV transmitirá o jogo.